sábado, 9 de agosto de 2008

EM DEFESA DE EVA LONGORIA

Por Antônio Prado

A imprensa internacional, em especial aquela que toca no assunto séries, vêm pegando no pé de Eva Longoria por causa de seu novo look, composto de forma sofrida pela atriz para interpretar a fase mais desesperada de sua personagem, Gabrielle Solis, na 5.ª temporada de Desperate Housewives. E eu, como um fã incondicional de sua beleza e trabalho, venho aqui defendê-la desses "ataques" da mídia faminta por defeitos em celebridades que, para eles, deveriam ser os deuses no altar da perfeição.

A primeira coisa que todo mundo comentou foi o cabelo. Curtinho, muito diferente daquele usado nas outras temporadas. Não está mais com aquela vitalidade, aquela coisa top model que o vento faz o favor de ondular. Está comum. Exatamente comum. Como a maioria das mães do mundo é. Marc Cherry está humanizando Gaby e todos nós podemos ver isso também através de suas roupas. Parece que ela está revivendo o seu passado latino. Se ela estivesse em Ugly Betty, por exemplo, com certeza teria passado do núcleo da Mode para o do Queens. Mas... e daí? Se ela preferiu assim, se ela tem tanto amor pelo seu trabalho para chegar a esse ponto, o quê nós temos a ver com isso?

Também estão falando muito da barriga da atriz que anda meio saliente. Mas qual mãe que, atropelada pelos trabalhos domésticos e duas crianças insuportáveis, tem tempo pra fazer, por exemplo, algumas sessões de Yoga durante a semana? Ou então para se preocupar com uma alimentação saudável? Creio que nenhuma. Chegaram até a cogitar que Eva estivesse grávida. Até eu cheguei a desconfiar quando vi uma certa foto (vide ao lado). Mas se ela e o Tony, que são ela e o Tony, não confirmam a gravidez, quem sou eu, quem são os jornalistas pra sequer cogitar que ela esteja esperando um filho? E se estiver? Reitero: o quê nós, telespectadores, temos a ver com isso? Que o tenha e seja muito feliz, ora! Se nem Marcia Cross teve o seu sacro direito de ser mãe impedido, por qual motivo a Longoria teria?

São coisas que a gente, como admirador, não entende. E é por isso que eu escrevi isso. Para defendê-la, pois ela merece. É uma atriz de primeira, sua beleza, mesmo que supostamente prejudicada, continua intocada. Pois o que faz dela admirável, além das suas curvas realmente maravilhosas, é o seu talento. Algo que parte de dentro e que tempo nenhum vai poder tirar dela.

E antes que alguém comece a me chamar de Chris Crocker, aquela comédia louca via Youtube, vou ficando por aqui, desejando que todo mundo deixe a Eva Longoria fazer o quê ela achar melhor, que todos deixem-na em paz.

2 Comentários:

Hugo Torres disse...

Adorei o Post Antonio, você escreve muito bem e tem razao a Eva mudou completamente o visual pela personagem e pela paixao pelo trabalho.

Francisco disse...

Gostava mais dela antes, mas mesmo assim continua bonita. Abraço

  ©Template by Dicas Blogger :: Séries no PC - Housewives Desesperadas

TOPO